Nos acompanhe através das redes socias

Boletim Informativo

Para manter-se atualizado, cadastre seu e-mail e receba os nossos informativos periódicos!

02 de Janeiro de 2019

Clipping – Jornal de Piracicaba - MIGUEL E HELENA LIDERAM OS NOMES NOS CARTÓRIOS DE PIRACICABA

Fonte: Jornal de Piracicaba

Em 2018, os nomes mais escolhidos pelos pais no momento do registro de nascimento de seus filhos no Estado de São Paulo foram Miguel, com 4.718 registros, Arthur, com 4.312, e Maria Eduarda, com 3.779. Em Piracicaba, segundo a Arpen-SP (Associação dos Registros de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo), das 4.286 crianças registradas, no ranking destacam-se, entre os meninos, os nomes Miguel, Arthur e Gabriel, e entre as meninas, Helena, Alice e Laura.

No ranking piracicabano dos 10 nomes masculinos mais escolhidos estão: Miguel (com 73 registros), Arthur (58), Gabriel (43), Heitor (42), Davi (40), Theo (35), Pedro (31), Lorenzo (28), Henrique (26) e Mathes (24). Os 10 mais femininos são: Helena (72), Alice (60), Laura (39), Valentina (35), Livia (34), Sophia (32), Maria Clara (32), Lorena (32), Manuela (27) e Antonella (26).

Já no Brasil, os nomes mais registrados foram Enzo Gabriel, com 18.156 registros, e Maria Eduarda, com 15.760. As preferências nacionais do ano que se encerra superaram os nomes que em 2017 ocupavam o topo da lista – Miguel, agora na segunda colocação e Alice, agora na 3º colocação entre os nomes femininos.

ESTADO

O levantamento deste ano, reuniu dados de todos os 836 Cartórios de Registro Civil do Estado de São Paulo, que formaram uma base com registros realizados até o dia 18 de dezembro, disponível a todos, por meio do Portal da Transparência no site: www.registrocivil.org.br .

Com a totalidade dos estados integrados à base de dados da Arpen/Brasil, foi possível ainda identificar as preferências em cada uma das cinco regiões brasileiras. Nos rankings regionais surgem variações à lista nacional, nomes como João Miguel – um dos que mais cresceu em 2018 – no Norte, Nordeste e Centro-Oeste -, Heitor, no Centro-Oeste, Maria Clara e Maria Cecília, também no Nordeste, e Helena na região Sul.

O levantamento, que usou a Central Nacional de Informações do Registro Civil como base central, identificou ainda a existência de 348.861 nomes diferentes, alguns deles com ampla variação de grafia, além dos tradicionais nomes diferentes escolhidos pelos pais. Destaque também à quantidade de nomes compostos, que representam 28,3% do total de nomes escolhidos pelos pais brasileiros.

O estudo identificou ainda a existência de 3.027 variações compostas para o nome Maria, 2.320 para Pedro, 1.564 para Ana, 1.488 para Enzo e 1.260 para João.

 

Confira Também