Nos acompanhe através das redes socias

Boletim Informativo

Para manter-se atualizado, cadastre seu e-mail e receba os nossos informativos periódicos!

19 de Agosto de 2019

Integração entre extrajudicial e Judiciário é destaque na abertura do Seminário em Tocantins

Fonte: Arpen/BR

A integração de notários e registradores com o Poder Judiciário foi o tema central da abertura solene do 10° Seminário Nacional do Registro Civil e do 2º Seminário Estadual do Registro Civil de Tocantins. Promovido pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), em parceria com a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Tocantins (Arpen/TO), o evento foi realizado entre os dias 16 e 17 de agosto na cidade de Palmas, no Tocantins. 

Em seu discurso de abertura do seminário, o presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Tocantins (Arpen/TO), Ney Querido, destacou o apoio essencial do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJ/TO) para realização do evento. 

“Quero agradecer ao Tribunal de Justiça por todo o empenho e apoio para que o registrador civil tenha uma condição melhor de trabalhar e prestar um bom serviço para a população. Na realização desse seminário fica claro o apoio do Tribunal de Justiça, cedendo o seu espaço e nos prestigiando. É uma honra ter na nossa mesa, a mais alta corte do Tocantins, e nós precisamos retribuir esse reconhecimento e essa oportunidade com conhecimento do nosso trabalho. É o que esperam de nós. Que tenhamos a nossa serventia em boas condições para o atendimento da população”, afirmou.

Na sequência, o presidente da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), Arion Toledo Cavalheiro Junior, destacou a importância da classe cartorária se unir e do extrajudicial trabalhar junto com o Poder Judiciário. 

“Nós temos na nossa mesa de honra, os três últimos corregedores do Estado de Tocantins. Vejam a importância que é essa parceria do Judiciário com o extrajudicial, a importância que é para a sociedade essa integração entre o Judiciário e os cartórios extrajudiciais. Porque sem essa devida atenção que os senhores dão, é impossível que possamos prestar um belo serviço para a população. Então, muito obrigada aos três por abrirem as portas do Poder Judiciário do Estado”, destacou.

“E a gente espera também a comunicação, a integração, o fortalecimento de todas as especialidades. Não podemos tratar as especialidades de forma diferente. Precisamos da união da classe e é isso que temos pregado no Brasil inteiro. Se a classe for desunida, será fácil ela desaparecer. Juntos, somos fortes. Unidos, somos imbatíveis”, completou Arion.

“Gostaria de agradecer ao Ney Querido por ter convidado para este evento. Como disse o Arion e o Ney, a classe cartorária precisa de uma maior integração. E é importante deixar claro que a Anoreg/TO é uma entidade representativa de todas as especialidades, inclusive do registrador civil”, também comentou o presidente da Associação dos Notários e Registradores do Tocantins (Anoreg/TO), Valdiram Cassimiro da Rocha Silva.

Poder Judiciário

Representando o Poder Judiciário local, o Corregedor Geral de Justiça do Estado do Tocantins, desembargador João Rigo Guimarães, agradeceu o convite para participar do seminário, destacando o papel de orientador da Corregedoria. 

“Quando aceitei me tornar corregedor, queria dar continuidade a todos os trabalhos que já estavam sendo realizados. E fazemos de tudo para não punir ninguém. Às vezes, a pessoa erra por falta de informação e o erro é humano, e pode acontecer em circunstâncias alheias a nossa vontade. Por isso, eu sou um corregedor ouvidor porque a orientação é fundamental e o que queremos é a prestação de um bom serviço. O nosso destinatário final é a população. E um bom atendimento deve chegar a essas pessoas”, ressaltou. 

“Parabenizo a Arpen-Brasil e a Arpen/TO pela organização do evento. É com muita satisfação que participo da abertura deste 10º Seminário Nacional do Registro Civil. Este é um momento de integração e de fortalecimento dos serviços dos registradores civis. E nessa ocasião, o Tribunal de Justiça se sente honrado de participar dessa iniciativa. Esse seminário será um momento de estimular novas ideias e melhorias dos serviços públicos que prestamos. Para que possamos criar estratégias sólidas de crescimento e evolução dos registradores civis. O Tribunal os acolhe com todo o carinho possível e torcemos que este seja um evento proveitoso”, também discursou o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto. 

 

A mesa de honra do 10° Seminário Nacional do Registro Civil e do 2º Seminário Estadual do Registro Civil de Tocantins contou ainda com a presença do presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), desembargador Eurípedes Lamounier; do Procurador Federal, Rodrigo Bezerra Dowsley; e o deputado estadual, Jorge Frederico (MDB). 

Também prestigiariam a cerimônia, a presidente do Instituto de Registro Civil de Pessoas Naturais do Paraná (Irpen), Elizabete Regina Vedovatto; o presidente da Associação de Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Maranhão (Arpen/MA), Devanir Garcia; a presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Amazonas (Arpen-MA), Maria da Graça de Miranda Sales; a diretora Nacional para Assuntos de Responsabilidade Social da Arpen-Brasil, Márcia Rosália Schwarzer; e a 1ª tesoureira da Arpen-Brasil, Karen Lúcia Cordeiro Andersen;

 

Para fechar a cerimônia, a Arpen Tocantins entregou a comenda Jardenir Jorge Frederico para autoridades e registradores civis presentes.

Confira Também