Nos acompanhe através das redes socias

Boletim Informativo

Para manter-se atualizado, cadastre seu e-mail e receba os nossos informativos periódicos!

25 de Setembro de 2019

Clipping – Jornal Fato - Termina nesta semana as inscrições para casamento comunitário (ES)

Fonte: Jornal Fato

A ação acontece em Guaçuí, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos, Trabalho e Renda

Os interessados em participar do casamento comunitário em Guaçuí têm até sexta-feira (27) para fazer inscrição. O atendimento acontece na Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos, Trabalho e Renda (Semasdh), das 8h às 16h. No ato da inscrição, os noivos devem estar com documentos pessoais e comprovante de residência.  Os casamentos acontecerão no dia 30 de novembro.

Segundo a secretária de Assistência Social, Josilda Amorim de Lima, o casamento comunitário é uma das maiores demandas solicitadas pela população. "O sonho de muitas pessoas é concretizar o casamento civil, por isso, vamos realizar essa iniciativa para casais que atendam a alguns pré-requisitos básicos", explica.

Serão selecionados 50 casais entre os usuários do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) que possuam cadastro no CadÚnico, com renda familiar inferior a dois salários mínimos e apresentem certidão de nascimento atualizada (2ª via) ou certidão de casamento com averbação de divórcio atualizada (2ª via) ou certidão de casamento com averbação de óbito atualizada (2ª via), comprovante de residência (cópia), CPF, Identidade ou Carteira de Trabalho (cópia). "Estes 50 casais terão direito à documentação civil de cartório, pequena comemoração, com bolo e refrigerante aos convidados, e show após o casamento", adianta Josilda Amorim. Outras informações podem ser conseguidas pelos telefones (28)3553-1514 ou 3553-2989.

Ação Cidadã    

De acordo com a Semasdh, na Ação Cidadã, aberta a toda população, as pessoas terão a chance de dar entrada à documentação civil básica, o que é essencial para ter sua cidadania e dignidade reconhecida. Além disso, os documentos civis são requisitos obrigatórios para acessar benefícios assistenciais, previdenciários, políticas públicas universais de educação, saúde, bem como a todos os direitos sociais.

Por isso, além das políticas públicas de Assistência Social, nas tendas do Cras e Creas, também haverá a presença de diversos setores da administração pública e sociedade civil que irão contribuir com serviços. Serão montadas tendas da saúde, com exames, orientações, marcação de consultas, enquanto a cultura estará presente na participação da Terceira Idade de Guaçuí e nas oficinas de artesanato de projetos que valorizam a convivência familiar e comunitária, por meio de recreação, em parceria com o Programa Criança Feliz e Projovem. Já as crianças poderão se divertir com gincanas, pintura de rosto, oficinas esportivas, contação de histórias e outras iniciativas. A educação participará com oficinas pedagógicas e jogos educativos.


Fonte: Jornal Fato

Confira Também