Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

AL/SP – Ato solene debate propostas voltadas à agilidade no processo de adoção de crianças

Um ato solene realizado na manhã desta segunda-feira (14/12) discutiu políticas públicas voltadas à celeridade no processo de adoção de bebês em São Paulo. O encontro, realizado em ambiente virtual, foi presidido pela deputada Janaina Paschoal (PSL) e contou com a participação de autoridades estaduais e nacionais.

Para Ângela Gandra, secretária nacional da Família, o desejo de agilidade no processo de adoção é algo louvável. \”Levar essa preocupação adiante é importante para discutir o tema, porque o processo de adoção é muito difícil e é objeto de luta há muito tempo\”, disse.

Na ocasião, os participantes debateram a minuta de um projeto de lei que deverá ser protocolado na Alesp, o qual prevê que toda família que estiver na fila da adoção, no Estado de São Paulo, poderá funcionar como família acolhedora, desde que esteja ciente da possibilidade de a criança voltar para a família biológica.

O texto estabelece ainda que a família acolhedora deverá ter prioridade para ficar com a criança, caso ela fique disponível para adoção.

Autora da proposta e organizadora do evento, a deputada Janaina Paschoal (PSL) explicou que tentou escrever um projeto que privilegiasse o encontro de almas, que abrisse as portas para oportunidades e que respeitasse a legislação federal.

\”Entre idas e vindas, as crianças ficam anos em situação de conflito e acabam envelhecendo em abrigos ou passando de família em família. A ideia é que as pessoas preparadas, que tenham recebido uma criança temporariamente, possam ficar com elas caso, no fim do conflito, o menor não volte para a família biológica e a Justiça decida pela adoção\”, afirmou.

O deputado Delegado Olim (PROGRESSISTAS) considerou a proposta importante porque deverá ajudar as crianças paulistas. \”Se as crianças estão na fila de adoção, por que não as deixar com a família acolhedora que já tem algum vínculo? Acho que essa minuta de projeto é inteligente e temos de brigar pela aprovação dessa proposta\”, afirmou.

Além dos já citados, também participou do ato solene a deputada Adriana Borgo (PROS).