Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

Arpen-Brasil lança plataforma nacional do Registro Civil: CRC Nacional

A partir desta segunda-feira (24.10), todas as Centrais de Informação do Registro Civil estarão interligadas por meio da Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional), que estará disponível aos registradores civis de todo o País através do portal: www.crcnacional.org.br, administrado pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil).

 

O Portal englobará as Centrais dos Estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Alagoas, Mato Grosso e São Paulo, que congrega outros 11 Estados da Federação, e permitirá que o usuário solicite certidões de nascimento, casamento e óbito dos Estados interligados, independente de onde esteja no momento de sua solicitação.

 

Os registradores civis poderão, por meio de certificado digital, acessar sua respectiva CRC estadual e ter acesso a todas as ferramentas disponíveis, bem como à base de dados dos cartórios dos Estados interligados.

 

Para o presidente da Arpen-BR, Calixto Wenzel, quem ganha com a interligação das Centrais é a população. “A fim de prestigiar todas as CRCs estaduais e também seguir o Provimento nº 46 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), demos um grande passo no sentido de agilizar o acesso à informação. Com isso, o maior beneficiado será, sem dúvida, o cidadão, pois agora bastará que procure o cartório de Registro Civil mais próximo de sua residência para ter acesso a seu documento”, explica.

 

Wenzel ressalta que, até o momento, mais de 100 milhões de dados já foram integrados por todas as CRCs. Para o presidente é vital que todos os registradores mantenham suas centrais sempre atualizadas, para que a população tenha acesso facilitado à base de registros de todo o País.

 

Segundo a presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais de Mato Grosso (Arpen-MT), Cristina Cruz Bergamaschi, a capilaridade do Registro civil é o principal argumento para a interligação. “Temos cartórios de Registro Civil de Pessoas Naturais em todo o Brasil, por isso é imprescindível a interligação entre eles, pois tem que ser possível que uma pessoa que more em São Paulo consiga pedir uma certidão em Mato Grosso, por exemplo”, disse Cristina.

 

“Para mim, a interligação foi um sonho realizado, pois fazendo um parênteses, sou Tabeliã de Notas e todas as minhas escrituras peço certidão atualizada do registro civil das pessoas participantes da escritura, e faço isso todos os dias e todas as horas, por isso a possibilidade de materializar uma certidão pelo meu cartório é fundamental para o meu trabalho”, completou a presidente de Mato Grosso.

 

Para o presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais de Alagoas (Arpen-AL), Cleomadson Abreu, a segurança jurídica é um fator positivo para a integração. “É de fundamental importância, visto que isso vai beneficiar, e muito, a vida do cidadão como um todo, pois facilitará a entrega de certidões e com a segurança jurídica devida, justamente por estar interligada à CRC. Já em relação ao nosso Estado, temos muito a ganhar com isso, pois o nosso serviço poderá atender com ainda mais qualidade e celeridade a população alagoana”, disse.

 

De acordo com o presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Rio de Janeiro (Arpen-RJ) Eduardo Ramos Correia, a união veio para somar forças em prol do Registro Civil. “Integrar todos os Estados era preciso, pois unindo de todas as 27 unidades federativas de maneira coordenada e coesa, criaremos um classe nacional forte e que permitirá ao cidadão, um serviço de mais qualidade e ágil”.

A partir desta segunda-feira (24.10), todas as Centrais de Informação do Registro Civil estarão interligadas por meio da Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional), que estará disponível aos registradores civis de todo o País através do portal:www.crcnacional.org.br, administrado pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil).

 

O Portal englobará as Centrais dos Estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Alagoas, Mato Grosso e São Paulo, que congrega outros 11 Estados da Federação, e permitirá que o usuário solicite certidões de nascimento, casamento e óbito dos Estados interligados, independente de onde esteja no momento de sua solicitação.

 
Os registradores civis poderão, por meio de certificado digital, acessar sua respectiva CRC estadual e ter acesso a todas as ferramentas disponíveis, bem como à base de dados dos cartórios dos Estados interligados.

 

Para o presidente da Arpen-BR, Calixto Wenzel, quem ganha com a interligação das Centrais é a população. “A fim de prestigiar todas as CRCs estaduais e também seguir o Provimento nº 46 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), demos um grande passo no sentido de agilizar o acesso à informação. Com isso, o maior beneficiado será, sem dúvida, o cidadão, pois agora bastará que procure o cartório de Registro Civil mais próximo de sua residência para ter acesso a seu documento”, explica.

 

Wenzel ressalta que, até o momento, mais de 100 milhões de dados já foram integrados por todas as CRCs. Para o presidente é vital que todos os registradores mantenham suas centrais sempre atualizadas, para que a população tenha acesso facilitado à base de registros de todo o País.