Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

Arpen-Brasil participa do XIV Congresso Brasileiro de Direito das Famílias e Sucessões, em Belo Horizonte

Renata Cortez, oficial de registro civil e tabeliã em Pernambuco, representou a entidade no evento que debateu a “Efetividade dos Direitos Fundamentais”

 

No último domingo (26), Renata Cortez, oficial de registro civil e tabeliã em Pernambuco, representou a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil) no XIV Congresso Brasileiro de Direito das Famílias e Sucessões, promovido pelo Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM), que teve a “Efetividade dos Direitos Fundamentais” como tema central do evento.

 

Ocorrido em Belo Horizonte, além das palestras e painéis, o congresso proporcionou oportunidades para estabelecer contatos com membros da Diretoria do IBDFAM. Na ocasião, Renata Cortez se encontrou com a vice-presidente da Comissão de Direito de Família e Arte, Luciana Brasileiro, e com a presidente da Comissão Nacional dos Notários e Registradores do IBDFAM, Marcia Fidelis.

 

“É extremamente relevante que mais registradores e registradoras civis participem de eventos dessa natureza, seja como congressistas, seja como palestrantes, dada a estreita relação entre o direito registral e o direito das famílias e das sucessões”, declarou.

 

Dentre os temas, abordando uma ampla variedade de tópicos relacionados à atuação dos registradores civis, destacam-se as palestras proferidas pelo advogado Ederaldo da Silva e pelo desembargador Newton Teixeira, que discutiram a tutela provisória em direito de família e as decisões parciais de mérito. Além desses, uma das pautas tratadas foi a concessão do divórcio por meio de tutela provisória da evidência.

 

Chegando em sua 14ª edição, o evento aconteceu entre os dias 25 e 27 de novembro, no Sesc Palladium, em Belo Horizonte. O congresso é promovido pelo Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM) – uma instituição jurídica não governamental, sem fins lucrativos, que tem o objetivo de desenvolver e divulgar o conhecimento sobre o Direito das Famílias, além de atuar como força representativa da sociedade no que diz respeito às suas relações e aspirações sociofamiliares.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação – Arpen-Brasil