Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

Arpen/BR prestigia a abertura solene da Conferência Nacional dos Cartórios

Foz do Iguaçu (PR) – Foi realizada na manhã desta quinta-feira (26.04), na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná, a abertura da 1ª Conferência Nacional dos Cartórios (Concart 2018). Promovido pela Confederação Nacional de Notários e Registradores (CNR), o evento tem como principal objetivo debater os últimos avanços tecnológicos e de infraestrutura dos serviços prestados pelos tabelionatos de notas e registros brasileiros ao longo dos últimos anos.


A mesa solene de abertura do encontro contou com a presença do presidente da CNR, Rogério Bacellar; do presidente do Sindicato dos Notários e Registradores do Estado do Paraná (Sinoreg-PR), José Augusto Alves; do presidente da Federação dos Notários e Registradores da Região Sudeste e Centro-Oeste (Finorsc), Maurício Leonardo; do presidente da Federação dos Notários e Registradores da Região Norte e Nordeste (Finnotar), José Marcelo Lima de Castro; do vice-presidente da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR), Germano Toscano de Brito; do presidente da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), Arion Cavalheiro Junior; do deputado federal do PRB/PR, Romulo Gouveia; do deputado federal do DEM/PB, Efraim Filho; do desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Marcelo Guimarães; do secretário-geral da Associação dos Notários e Registradores do Estado do Paraná (Anoreg/PR), Ricardo Leão; do ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Firmino Gonçalves e da presidente de honra da Anoreg/BR, Léa Portugal.

“Este é o primeiro Concart. A primeira Conferência da Confederação Nacional de Notários e Registradores. E esperamos que esses dois dias sejam bem produtivos. Teremos excelentes palestrantes, então, esperamos que vocês voltem para suas cidades melhores do que vieram para cá”, afirmou Bacellar na abertura do evento.

O presidente da CNR ainda afirmou que o objetivo do evento é debater novos assuntos, além de mostrar a importância que as associações têm para a classe de notários e registradores. “Entre os temas principais que teremos está à reforma trabalhista. A ideia é discutir todos os aspectos da reforma trabalhista; E agora com a Medida Provisória perdendo a validade, quais as consequências que os cartórios vão ter. Por isso, estamos trazendo estudiosos da área, com os quais possamos esclarecer a todos os notários e registradores brasileiros alguns aspectos que podem trazer novidades profundas no nosso ambiente de trabalho. Além disso, também queremos mostrar a integração da Confederação com a Anoreg/BR no sentindo de defender melhor a categoria. A Anoreg/BR foi responsável pelas maiores conquistas da nossa classe. E esse é um aspecto que notários e registradores mais jovens não sabem e que precisa ser esclarecido para que eles entendam a importância e a função das nossas instituições”, disse Bacellar.

whatsapp_image_20180427_at_21.34.41.

Representando o presidente da Anoreg/BR, Cláudio Marçal, o vice-presidente da Associação, Germano Toscano de Brito, também destacou a importância do evento. “A CNR congrega todas as Confederações e todos os Sindicatos da classe. Então é uma situação muito boa para a categoria porque é uma entidade nova, uma entidade que surge e que, junto com a Anoreg/BR, irá tratar dos assuntos de interesse dos notários e registradores. E o Concart, que é o primeiro a ser realizado, é exatamente aquilo que esperamos daqueles que conduzem a nossa classe. Então, parabenizo muito a CNR e o Rogério Bacellar”, afirmou.

Já o presidente da Arpen-Brasil, Arion Cavalheiro Junior, destacou a importância da Conferência como uma forma de integração entre as naturezas extrajudiciais. “Este evento, antes de tudo, é importante pela integração das especialidades. Neste espaço, nós encontramos os colegas não só do registro civil, mas também das demais naturezas. E nós sabemos que o registro civil influencia nas demais áreas. Porque todas as outras atividades precisam das nossas certidões, das nossas informações para produzirem os seus próprios atos. Então, essa integração é fundamental; até tendo em vista as próprias centrais, que daqui a pouco também terão que ser integradas. Assim, a troca de ideias é essencial”, explicou Cavalheiro. “Por outro lado, também viemos nos atualizar. Ouvir os renomados palestrantes presentes, porque o registro civil passa por um momento de grande mudança, se adaptando às transformações constantes da sociedade, com o reconhecimento socioafetivo, a mudança de nome dos transgêneros… Então, nós precisamos de eventos como este”, completou.

A palestra solene do evento ficou sob a responsabilidade do jornalista William Waack, que abordou o atual momento do País. Segundo ele, o Brasil vive uma situação de insegurança jurídica em que o papel da atividade extrajudicial adquire grande importância.

“Imprevisibilidade é talvez a característica mais grave, mais perigosa e mais assustadora de qualquer crise em qualquer lugar. Mas no caso do Brasil, ela se tornou ainda mais detestada por todas as pessoas que têm que tomar decisões porque é caracterizada por uma extraordinária e detestável insegurança jurídica. Quando olhamos para os últimos três anos, e vemos como a crise brasileira evoluiu, era quase inimaginável que fossemos chegar aonde chegamos hoje em termos de insegurança jurídica, em suas mais variadas esferas. E nesse sentido, a atuação de vocês é essencial. Porque hoje as pessoas tem uma percepção da realidade baseada no medo – porque finalmente as pessoas perceberam, depois de 60 mil mortos por ano, que estamos à mercê da violência; e na insegurança jurídica. Então, o que vocês fazem, acaba sendo uma espécie de tábua de salvação”, disse Waack.

A Conferência Nacional dos Cartórios 2018 será realizada até 29 de abril em Foz de Iguaçu (PR). Clique aqui e veja a programação completa do evento.