Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

Clipping – Folha Dirigida (MG) – Concurso TJ-MG para cartórios: sai edital com 92 vagas

O edital do concurso TJ-MG para cartórios (/concursos/tj-mg-mig/tj-mg-2018-cartorios/noticias) foi publicado no Diário do Judiciário Eletrônico. Como adiantado por FOLHA DIRIGIDA, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais realiza nova seleção com 92 vagas nas comarcas (/noticias/concurso/tj-mg/tj-mg-prepara-dois-novosconcursos-para-cartorios) de diversos municípios mineiros. Das oportunidades, 62 são para provimento e 30 para remoção. Há reserva de vagas para pessoas com deficiência.

Para se candidatar ao concurso de provimento é preciso ser bacharel em Direito ou ter completado dez anos de exercício de função até 16 de abril. Já para se inscrever para remoção é necessário estar no exercício da titularidade de outra delegação, de notas ou de registro, no Estado de Minas Gerais, por mais de dois anos.

Concurso TJ-MG: inscrições ocorrem de maio a junho Os interessados no concurso TJ-MG para cartórios poderão se inscrever entre os dias 17 de maio e 15 de junho. Todo procedimento é feito pelo site da Consulplan (http://www.consulplan.net/concursosInterna.aspx?k=GB39eIld31Q=), organizadora da seleção. Para completar a candidatura é preciso ainda quitar a taxa de R$250 até o dia 18 de junho, em qualquer banco, lotérica e Correios.

Desempregados ou membros de famílias de baixa renda que estejam inscritos no CadÚnico poderão solicitar a isenção da taxa. Para isso, deverão acessar o portal da organizadora (http://www.consulplan.net/concursosInterna.aspx?k=GB39eIld31Q=)entre os dias 18 e 21 de maio e assinalar, no requerimento, a opção de isenção do pagamento.

É permitido se inscrever tanto para provimento como remoção, tendo em vista que as provas serão realizadas em momentos distintos. Concurso será composto por cinco etapas O concurso TJ-MG será composto por cinco etapas. São elas: prova objetiva, prova escrita e prática, comprovação dos requisitos para outorga de delegações, prova oral e exame de títulos. Prova objetiva A objetiva será realizada em Belo Horizonte, no dia 25 de agosto para remoção e dia 26 para provimento. Durante cinco horas, os candidatos a ambos os critérios serão submetidos a 100 questões, distribuídas da seguinte forma:
Registros Públicos e Conhecimentos Gerais – 30 questões;
Direito Civil – 22 questões;
Direito Constitucional e Administrativo – 16 questões;
Direito Tributário – 8 questões;
Direito Processual Civil – 8 questões;
Direito Penal e Direito Processual Penal – 8 questões;
Direito Comercial – 8 questões.

Será considerado habilitado na prova objetiva o candidato que acertar, no mínimo, cinquenta por cento do total de questões de cada um dos blocos de disciplinas e matérias. Prova escrita e prática Os classicados serão convocados para prova escrita e prática, de caráter eliminatório e classicatório, com data divulgada posteriormente.

Os exames versarão sobre as mesmas disciplinas e matérias da objetiva. Em quatro horas, os candidatos deverão elaborar uma dissertação, uma peça prática e de respostas a três questões discursivas. A prova valerá dez pontos e terá peso quatro. Somente será considerado aprovado quem obtiver nota igual ou superior a cinco ponto .