Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

Clipping – São Carlos Agora – Com a pandemia, cai o número de casamentos em São Carlos

São Carlos possui hoje, 33 paróquias e todas retornam gradativamente, mas com toda a precaução e protocolos de segurança, às atividades no “novo normal”, devido a pandemia da Covid-19.

Desde março, quando a novo coronavírus passou a infectar com mais velocidade as pessoas, as autoridades sanitárias, com o crivo do governo do Estado, ordenou o isolamento social e a flexibilização aconteceu a partir de agosto, com a reabertura do comércio e de várias atividades sociais. Entre elas, o casamento na igreja católica.

Até os enlaces foram sensivelmente atingidos. Para se ter uma ideia, em 2019, as paróquias são-carlenses realizaram em 12 meses, 186 casamentos. Neste ano, nos primeiros três meses, foram apenas 18 celebrações. A expectativa agora, é pela retomada. Porém, seguindo todos os protocolos de segurança.

O São Carlos Agora manteve contato com a Diocese de São Carlos que foi solícita nas informações prestadas e segundo Rafael Martins, do Arquivo Diocesano de São Carlos, a queda nos casamentos foi bem acentuada.

Segundo ele, de março a agosto, quando as igrejas se mantiveram fechadas, a maioria não realizou casamentos. “A maioria absoluta dos matrimônios que estavam agendados, foi cancelada. Porém, os que preferiram manter as datas, assim o fizeram: apenas com o número de pessoas que é indispensável para que ocorra a celebração do matrimonio: os noivos, o ministro ordenado (padre ou diácono) e duas testemunhas, nada mais, evitando sempre o contato físico com o distanciamento necessário, uso de máscaras e álcool em gel, entre outras medidas como pedem as normas sanitárias”, disse.

A ENTREVISTA

São Carlos Agora – Em 2019, quantos casamentos ocorreram em São Carlos em suas respectivas paróquias?

Rafael Martins – Foram 186 casamentos. Sendo 171 entre católicos, e 15 mistos (quando uma das partes não professa a fé católica).

SCA – Em 2020, até a decretação da pandemia, em março, ocorreram quantos? De março até o 31 de agosto foram quantos?

Rafael – Houveram em torno de 18 celebrações de matrimônio na cidade.

SCA – Houve meses em que não ocorreram enlaces? Quais meses foram? 

Rafael – Depende muito de cada paróquia da cidade. Em sua grande maioria não realizaram nenhum casamento este ano.

SCA – Quando retornaram os casamentos?

Rafael – Partindo da premissa de que a igreja nunca pode negar um sacramento a nenhum fiel, seja qual for a situação que estejamos vivenciando, não podemos afirmar que os matrimônios deixaram de ser celebrados. Como a celebração do casamento com a presença de um número significativo de convidados é algo da tradição, a maioria absoluta dos casamentos que estavam marcados para este ano foi cancelada, porém, os que preferiram manter as datas, assim o fizeram, apenas com o número de pessoas que é indispensável para que ocorra a celebração do matrimonio: os noivos, o ministro ordenado (padre ou diácono) e duas testemunhas, nada mais, evitando sempre o contato físico com o distanciamento necessário, uso de máscaras e álcool em gel, entre outras medidas como pedem as normas sanitárias. 

SCA – Com a liberação gradual, quais os cuidados sanitários para que não haja propagação da Covid-19?

Rafael – As normas a serem seguidas serão sempre as emitidas pelas autoridades sanitárias, bem como as orientações litúrgicas emitidas pela CNBB para que haja sempre todo o cuidado com os presentes. Como por exemplo, uso de máscara obrigatório durante toda a cerimônia, uso de álcool em gel entre outras determinações já conhecidas, estabelecidas pelas autoridades competentes.

NO CIVIL

Os casamentos no 1º e 2º Cartórios de Registro Civil também sofreram queda nos oito primeiros meses de 2020. Principalmente após março.

No 1º, que tem como oficial substituto Valdecir Della Antonio, nos oito primeiros meses de 2019 foram realizados 542 casamentos. No mesmo período deste ano, foram 392.

“Realizamos todos os enlaces dentro das formalidades legais”, resumiu Antonio, seguindo os protocolos de segurança. Parte da cerimônia são realizadas no gramado da Igreja Catedral, ao ar livre, bem em frente ao Cartório, que fica na rua 13 de Maio.

No 2º Cartório, localizado na Avenida Dr. Teixeira de Barros (rua Larga), que tem como oficial responsável, Carmen Sueli Corrêa Destro, em 2019, foram 471. Em 2020, até a decretação da pandemia, 77 casais se uniram. Já de março a agosto, 151 enlaces. Parte da cerimônia religiosa era realizada no canteiro central da principal avenida da Vila Prado.

“Os casamentos não foram cancelados apenas houve queda na pandemia. Neste período, todos usaram máscaras dentro da Serventia, disponibilização de álcool gel 70%, distanciamento social, higienização da sala de cerimonia e testemunhas reduzidas”, resumiu Carmen Sueli.