Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

Clipping – Tribuna Online – Estado registrou mais mortes por Covid do que por infarto

Já são 6.019 pacientes mortos pelo novo coronavírus no Espírito Santo

O Espírito Santo atingiu a triste marca de mais de 6 mil pessoas mortas em decorrência da Covid-19. De abril de 2020, quando foi registrada a primeira morte no Estado, até ontem, foram 6.019 mortes pela doença, segundo o Painel Covid-19.

A Covid já matou mais pessoas no Estado do que o infarto. Segundo dados do Portal da Transparência do Registro Civil, em todo o ano passado, 2.171 pessoas morreram de infarto, enquanto que, de Covid, foram 5.409 mortes.

O coronavírus também vitimou mais pessoas em 2020 do que o acidente vascular cerebral (derrame), que matou 2.490 pessoas. Enquanto que a pneumonia foi a causa de 3.216 mortes em todo o ano passado, segundo dados do Registro Civil. O portal registra as mortes ocorridas em hospitais, casas, vias públicas e outros locais.

O cardiologista Diogo Barreto, coordenador do Serviço de Cardiologia do Hospital Evangélico de Vila Velha, destaca que a Covid passou a ser a maior causa de morte.

“A doença tem uma baixa letalidade, quando comparada com outras doenças, mas, como ela tem alta transmissibilidade e incidência, o número de casos novos é muito maior. Mesmo com a baixa letalidade, temos essa catástrofe”.

O cardiologista frisa que a vacina é a única maneira de diminuir o ciclo de transmissão da Covid-19. “O que temos feito, como o uso de máscara, evitar aglomeração e o distanciamento social, ajuda. Mas a vacina é nossa maior esperança”.

A pneumologista Ciléa Victória Martins pontuou que, entre as mortes por pneumonia no ano passado, algumas podem ter sido causadas pelo coronavírus, sem que pudessem ser confirmadas.

“Muita das vezes, temos não somente na fase aguda da doença um alto índice de mortalidade. Porque a Covid, além de dar um processo inflamatório e infiltrativo do pulmão, também pode provocar trombose da microcirculação, reduzindo, por exemplo, a circulação de sangue”.

A médica explica que a alta de mortes pela Covid está relacionada com o fato de a doença não ser exclusivamente do pulmão. “Temos de lembrar que é um vírus que atinge todas as áreas. Ele pode ter manifestações psiquiátricas, na pele, nas vistas, com a trombose e diarreia, por exemplo”.