Home / Comunicação

Notícias

Home / Comunicação

Notícias

Corregedoria-Geral de Goiás apresenta projeto Pai Presente à Arquidiocese de Goiânia

A corregedora-geral de Justiça de Goiás, desembargadora Nelma Branco Ferreira Perilo e o juiz-auxiliar da Corregedoria, Márcio de Castro Molinari, visitaram a Arquidiocese de Goiânia, nesta terça-feira (4), para apresentar o projeto Pai Presente. A intenção é divulgar a iniciativa de reconhecimento de paternidade à comunidade que participa de missas e eventos da Igreja Católica.

Na ocasião, os magistrados foram recebidos pelo arcebispo da capital, Dom Washington Cruz, que elogiou a campanha. “A igreja é como uma mãe, que se interessa por todos os seus filhos. Nosso carinho é ainda maior pelos excluídos. Frequentemente, muitas crianças se encontram em situações difíceis e vemos que isso depende do lar, da ausência da família. Ficamos muito felizes em dar apoio a essa iniciativa”.
De acordo com o que foi discutido no encontro, o Pai Presente será tema da próxima reunião pastoral e deverá integrar as matérias do jornal da Arquidiocese. Além disso, material informativo, como cartilha explicativa do programa e flyers, serão distribuídos em missas, principalmente em igrejas de áreas afastadas e periféricas, já que o público-alvo do projeto são pessoas de baixa renda.
Segundo Nelma, o projeto será divulgado também em igrejas e centros de outras religiões representativas em Goiânia. “Já divulgamos a iniciativa em escolas e agora buscamos congregações de Goiânia. Nosso objetivo é ter o maior alcance possível e, assim, chegar às pessoas que realmente necessitam: sem nome do pai no registro de nascimento e sem condições de arcar com um exame de DNA”.

Pai Presente

Executado pela Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás (CGJGO) e de iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Projeto Pai Presente realiza ações, campanhas e mutirões com o objetivo de garantir um dos direitos mais básicos do cidadão: o de ter o nome do pai na certidão de nascimento. O procedimento pode ser feito por iniciativa da mãe, apresentando o suposto pai ou pelo seu próprio comparecimento de forma espontânea. Assim, é redigido um termo de reconhecimento de paternidade que possibilitará a realização de um novo registro.
Em Goiânia, o programa, lançado em abril de 2012, funciona no térreo do Fórum Heitor Moraes Fleury (prédio central), no Setor Oeste. Os atendimentos são feitos continuamente de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Os interessados podem entrar em contato também pelos telefones 3216-2442 ou 9145-2237 ou pelo e-mail [email protected] O coordenador, no Estado, é o juiz Márcio de Castro Molinari e, na capital, o juiz Eduardo Perez Oliveira está à frente dos trabalhos. A gerente administrativa é a servidora Madalena Sousa.

Deprecated: O arquivo Elementor\Scheme_Color está obsoleto desde a versão 2.8.0! Em vez disso, use Elementor\Core\Schemes\Color. in /home/arpenbrasil/public_html/wp-includes/functions.php on line 5569

Deprecated: O arquivo Elementor\Scheme_Typography está obsoleto desde a versão 2.8.0! Em vez disso, use Elementor\Core\Schemes\Typography. in /home/arpenbrasil/public_html/wp-includes/functions.php on line 5569