Logo-Arpen-BR-Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

Flávia Hill, registradora civil do RJ, ressalta importância da desjudicialização nas XIV Jornadas Brasileiras de Direito Processual

Registradora presidiu painel sobre “CNJ e Desjudicialização”, em que abordou implantação do SERP e o extrajudicial

 

As XIV Jornadas Brasileiras de Direito Processual, realizadas pelo Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP) entre os dias 23 e 25 de outubro, em Gramado (RS), debateram a implantação do Sistema Eletrônico de Registros Públicos (SERP) e o diálogo com o extrajudicial.

 

Presidido pela registradora civil de Saquarema (RJ), Flávia Hill, o painel “CNJ e Desjudicialização” contou com palestras dos professores Fernanda Tartuce (doutora pela USP), Márcio Faria (pós-doutor pela UFBA e professor da UFJF) e Daniel Vianna Vargas (pós-doutor pela Uerj e juiz coordenador da Corregedoria Nacional do Conselho Nacional de Justiça).

 

Durante o debate, Hill destacou a importância de efetivar o SERP mantendo diálogo com os cartórios, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Academia. “A fim de que se possa extrair o máximo potencial de efetividade para a desjudicialização e o acesso à justiça multiportas pela sociedade, sem abrir mão dos avanços tecnológicos já alcançados, como é o caso da CRC, e sem descurar da sensibilidade do trato dos dados”.

 

Os três dias de evento reuniram 150 palestrantes, sendo professores e doutores do Brasil e exterior, além de aproximadamente 550 participantes. “É o mais tradicional evento de Direito Processual do país”, completou a registradora.

 

A edição anterior, que aconteceu em setembro de 2021, foi realizada on-line em virtude da pandemia de Covid-19. Este ano foi 100% presencial no Hotel Wish Serrano em Gramado, Rio Grande do Sul. 

 

Sobre o IBDP

 

O IBDP reúne os maiores nomes do direito processual do país, é uma instituição dedicada ao estudo e aprimoramento do direito processual. Promove eventos, cursos e workshops, com ênfase no estudo do novo Código de Processo Civil.

 

Fonte: Assessoria de comunicação da Arpen-Brasil