Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

História do Dr. Marcelo Rodrigues de Freitas, ele foi notário e registrador do 1º Ofício de Pontes e Lacerda, no Estado do Mato Grosso

Marcelo Rodrigues de Freitas nasceu aos 18 (dezoito) dias do mês de junho do ano de 1936, em Paranaíba/MT (atualmente Mato Grosso do Sul). Estudou no “Colégio 2 de Julho” da cidade de Três Lagoas/MT, onde cursou ginásio e científico. Voltou para Paranaíba em (1955) onde trabalhou no Banco Nacional do Comércio e Produção. Em 1957 foi aprovado no concurso municipal para o cargo de Escrivão Judicial – naquele tempo os Juízes de Direito despachavam nos cartórios extrajudiciais – passou então a Trabalhar no Cartório de Registro Civil e Tabelionato, onde acumulou as funções de Escrevente Juramentado e Substituto Extrajudicial.

No período compreendido entre 1957 e 1968 assumiu também a responsabilidade de Escrevente do Cartório Eleitoral da Comarca de Paranaíba e trabalhou com renomados magistrados, dentre esses o Dr. João Luiz da Fonseca, Dr. Mário Costa Marques, Dr. Júlio Mário Abott de Castro Pinto e Dr. Silvio Carrilho. Assumiu o Cartório de Paz e Notas do Município de Pontes e Lacerda/MT em agosto de 1979. De 1975 a 1980 Foi fundador do Rotary Clube em Pontes e Lacerda, bem como fundador da maçonaria “Obreiros da Liberdade”, onde chegou a Venerável Mestre.

Em virtude da criação da Comarca de Pontes e Lacerda em 1985, o Cartório do 1º Ofício Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Civil das Pessoas Jurídicas e Protesto, foi instalado em fevereiro de 1986, tendo o primeiro expediente dia 03 (três), sob a responsabilidade do Sr. Marcelo, na situação de Delegado Extrajudicial nomeado.

Teve sua efetivação no cargo dois (2) anos depois, por ato do Conselho de Magistratura do Estado de Mato Grosso, quando o serviço de “protesto” passou a ser competência do Cartório do 2º Ofício, retornando o “tabelionato” para o 1º Ofício, ficando, então, a seu cargo o Serviço Notarial (Tabelionato), o Registro de Imóveis e o Registro de Títulos e Documentos e Civil das Pessoas Jurídicas.

Tem ao todo 46 (quarenta e seis anos) de prestação de serviço como serventuário da justiça/servidor do direito na área extrajudicial, sendo 11 (onze) anos como preposto de Oficial de Registro Civil e Tabelião, cumulado com Escrivão Judicial e 35 (trinta e cinco) anos como Notário e Registrador Público Extrajudicial, tendo acumulado de 1986 a 1990 a responsabilidade de Escrivão do Cartório Eleitoral de Pontes e Lacerda.