Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/arpenbrasil/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/arpenbrasil/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/arpenbrasil/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/arpenbrasil/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36
PND Online - Serviços eletrônicos cartorários crescem 36% em Mato Grosso - Arpen Brasil - Saiba Mais
Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

PND Online – Serviços eletrônicos cartorários crescem 36% em Mato Grosso


Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/arpenbrasil/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Em quase 16 meses de crise de saúde pública com a pandemia do coronavírus, os mato-grossenses continuam preferindo serviços eletrônicos, inclusive para a realização de atos jurídicos. Os cartórios se adaptaram à nova realidade e necessidade, migraram seus atos para o meio virtual e tornaram o processo de obtenção de documentos e certidões mais simples e ágil. No primeiro semestre de 2021, a busca por serviços digitais cresceu 36% nos cartórios do Estado em comparação ao mesmo período de 2020. 

 

Em números absolutos, as solicitações virtuais passaram de 91.112, em março de 2020, para 123.459, no mesmo período deste ano. Só no primeiro semestre de 2021 foram 1.982 certidões de Tabelionato de Notas, 53.164 de Registro de Imóveis, 12.361 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e 140 no Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas, todas efetuadas de forma eletrônica. 

 

Os mato-grossenses podem encontrar informações sobre matrícula e registro de imóveis, certidões, procurações, dentre outros serviços na Central Eletrônica de Integração e Informações (CEI-MT). Administrada pela Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso (Anoreg/MT), a CEI-MT reúne documentos de todos os cartórios do Estado em uma única plataforma, na qual os usuários podem pesquisar, visualizar ou requerer o serviço desejado, como certidões de casamento, nascimento, óbito, assim como escrituras de compra e venda, união estável, protesto, registro de imóveis, procurações e documentos de pessoas jurídicas, por exemplo.  

 

De acordo com a presidente da Anoreg/MT, Velenice Dias, a CEI-MT oferece aos usuários a mesma segurança jurídica que os atos praticados presencialmente nas unidades. “É uma ferramenta muito segura, ágil e proporciona economia e comodidade a todos, que não precisam se deslocar às serventias, ou seja, podem ficar na comodidade de sua casa”. 

 

Como utilizar a CEI 

Para utilizar a CEI-MT, o usuário deve se cadastrar no site ou no aplicativo e validar o cadastro por e-mail. Em seguida, é necessária a compra de créditos por meio de boleto, sendo o valor mínimo de R$ 10. Após a compensação, é liberada a consulta, que pode ser feita por CNPJ/CPF ou pelo nome da pessoa, seja ela física ou jurídica. Por questões de segurança e de sigilo, nem todos os documentos estão disponíveis para consulta. Em caso de dúvidas sobre o funcionamento da CEI-MT, é possível o contato pelo e-mail [email protected] .  

 

Sobre a Anoreg/MT 

 

A Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (ANOREG/MT) congrega os 243 Cartórios distribuídos em todos os municípios do Estado. A entidade reúne cartórios de cinco especialidades: Registro Civil das Pessoas Naturais, Registro de Títulos e Documentos e Pessoas Jurídicas, Tabelionato de Notas, Tabelionato de Protesto e Registro de Imóveis. As principais funções relacionadas aos Cartórios extrajudiciais são a garantia de fé pública, autenticidade, publicidade, segurança e eficácia a todos os atos jurídicos pessoais, patrimoniais e negociais da população brasileira, contribuindo para prevenir litígios e desburocratizar os serviços ao cidadão. 

 

Fonte: PND Online