Home / Comunicação

Notícias

Home / Comunicação

Notícias

Porto Alegre teve mais de 100 casamentos homoafetivos em 15 meses

Levantamento é desde maio de 2013, quando as uniões desse tipo foram permitidas em cartórios

Capital já registra mais de 100 casamentos

Desde que as uniões homoafetivas foram oficializadas no Brasil, em maio do ano passado, a Capital já registrou mais de 100 casamentos. Um deles foi o de casal Clóvis Azambuja e Rodrigo Cardoso, que viviam juntos há 16 anos. Eles celebraram a união após noves meses de preparação, com festa no Sheraton em maio deste ano. Os dois, que são sócios de uma empresa que promove casamentos, finalmente puderam realizar o seu próprio sonho.

” A gente produziu e foi cerimonialista em tantas celebrações, foram mais de 1,6 mil casamentos. Era um direito nosso realizar também esse sonho, especialmente com a abertura que as leis agora nos concedem”, destaca Cardoso.

A Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Rio Grande do Sul (Arpen) contabilizou 68 casamentos de gays e lésbicas em Porto Alegre, até fevereiro deste ano. A expectativa era de ampliar ainda mais esse número a medida em que as pessoas ficassem sabendo que o Conselho Nacional de Justiça uniformizou os procedimentos obrigando todos os cartórios de registro civil a aceitarem as uniões homoafetivas. No entanto, Joana Malheiros, presidente da entidade, diz que a quantidade destes casamentos poderia ser ainda maior:

” É um número que está crescendo, mas que ainda não é satisfatório, porque as pessoas ainda têm certo receio, certo constrangimento em irem até os cartórios para fazer a sua habilitação de casamento, a sua regularização”. 

A Rádio Gaúcha procurou os oito cartórios de registro civil da Capital para conferir quantos casamentos foram realizados de fevereiro para cá. Foram oficializadas mais 37 uniões, chegando ao total de 105 casamentos em pouco mais de um ano. Mas em todos os cartórios, houve menos casamentos do que no período anterior. Nas zonas de registros que conseguiram verificar as uniões homoafetivas por tipo, a maioria dos casos era de casais de gays, mas com um número considerável também de uniões lésbicas.

O cartório com o maior número de uniões homoafetivas é o da 4ª Zona, localizado no bairro Bom Fim. Talvez por ter sido o primeiro do Estado a aceitar casamento civil do mesmo sexo, em dezembro de 2011, sem a necessidade de intervenção judicial, baseado no entendimento da decisão do Supremo Tribunal Federal.

Além das uniões homoafetivas, os cartórios também registraram tranformações de união estável em casamento, muito em função da diferenciação quanto ao regime de bens. Foram quatro casos desse tipo.

Casamentos homoafetivos em Porto Alegre de maio de 2013 a agosto de 2014

1ª Zona no bairro Floresta 8 
2ª Zona no bairro Santana 14 
3ª Zona no bairro São Geraldo 2 
4ª Zona no bairro Bom Fim 53 
5ª Zona no bairro Cristal 19 
6ª Zona no bairro Sarandi 5 
Distrital Belém Novo 0 
Distrital Restinga 4 


Deprecated: O arquivo Elementor\Scheme_Color está obsoleto desde a versão 2.8.0! Em vez disso, use Elementor\Core\Schemes\Color. in /home/arpenbrasil/public_html/wp-includes/functions.php on line 5569

Deprecated: O arquivo Elementor\Scheme_Typography está obsoleto desde a versão 2.8.0! Em vez disso, use Elementor\Core\Schemes\Typography. in /home/arpenbrasil/public_html/wp-includes/functions.php on line 5569