Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

Recivil realiza projeto social para documentar população atingida pela tragédia em Mariana

A partir de hoje (09.11), a equipe de projetos sociais do Recivil visitará os locais onde estão os desabrigados de Mariana para fazer o levantamento da documentação e os pedidos das segundas vias das certidões de nascimento e casamento.

A equipe de projetos sociais do Recivil começa na tarde de hoje a fazer um levantamento sobre a documentação da população atingida pela tragédia do rompimento das barragens da empresa Samarco, no distrito de Bento Rodrigues em Mariana.

Durante esta semana o Recivil realizará um mutirão para solicitar a segunda via das certidões de nascimento, casamento e óbito da população atingida pelo desastre. Grande parte das pessoas atingidas pela lama perderam os documentos na tragédia.

O mutirão será realizado em parceria com a Defesa Civil, Instituto de Identificação, Defensoria Pública e Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania. 

As barragens de Fundão e de Santarém se romperam na tarde do dia 5 de novembro e liberaram 62 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério e água.

O rompimento destruiu 158 das 180 casas do distrito de Mariana. Centenas de pessoas seguem desabrigadas. A força-tarefa reúne bombeiros de Belo Horizonte, Itabirito e Ouro Preto, integrantes da Defesa Civil e do Exército.

Mais de duzentas pessoas participam das buscas. De acordo com a prefeitura de Mariana, 25 pessoas estão desaparecidas.