Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

Semana ‘Registre-se’ oferta de serviços de cidadania gratuitos no Pará; veja como participar

Ações são voltadas para população em vulnerabilidade social, incluindo indígenas e quilombolas.

 

O Poder Judiciário do Pará iniciou nesta segunda-feira (13) a segunda edição da Semana Nacional do Registro Civil no Pará, intitulada “Registre-se!”.

 

O projeto garante atendimentos gratuitos de cidadania à população socialmente vulnerável, incluindo indígenas e quilombolas, que podem ir diretamente aos locais, sem precisar agendar atendimento.

 

Os serviços serão realizados até o dia 17 de maio e os interessados vão poder emitir documentações básicas, como a certidão de nascimento.

 

A programação será realizada de 8h às 14h em Belém, região metropolitana, Outeiro, InhangapiAltamira e Vitória do Xingu. Confira a programação completa abaixo:

 

Nesta edição o foco da ação será também é a população em cumprimento de medidas de segurança, situação manicomial, carcerária e egressos do cárcere.

 

Segundo dados do projeto, na 1° edição a ação emitiu cerca de 1.900 certidões em diferentes bairros e espaços de acolhimento da Região Metropolitana de Belém e de Ananindeua.

 

Programação

 

13 e 14 de Maio

 

Serão atendidos os povos indígenas dos municípios de Altamira e Vitória do Xingu, das 8 às 14h,na Aldeia do Povo Indígena Juruna do KM 17 Rodovia Ernesto Acioly, Km 17 S/N, no município de Vitória do Xingu – PA.

 

15 de Maio

 

Será a vez da população refugiada venezuelana da etnia Warao, onde será atendida no Distrito de Outeiro. Os serviços serão prestados na Fundação Escola Bosque, localizada na Av. Nossa Sra. da Conceição – São João do Outeiro, em Belém, das 8 às 14h.

 

16 de Maio

 

Serão atendidos os povos quilombolas, das 8h às 14h, na Comunidade Quilombola de Pitimandeua, em Inhangapi.

 

17 de Maio

 

O último dia da ação será voltado à população carcerária do Pará. Os atendimentos serão feitos das 8 às 14h, nas Casas Penais da Região Metropolitana de Belém.

 

A entrega de documentos será realizada diretamente pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP).

 

Fonte: G1 Pará