Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

Sindiregis apresenta suas novas comissões de trabalho à entidades do RS

O Sindicato dos Registradores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul (Sindiregis-RS) apresentou oficialmente, nesta terça-feira (04), seu novo trabalho de Comissões, composta pela Comissão do RCPN (Registro CIvil das Pessoas Naturais), da CRC (Central do Registro Civil), do CRVA (Centro de Registro de Veículos Automotores), RTDPJ (Registro de Titulos e Documentos e Registro Civil das Pessoas Jurídicas), RI (Registro de Imóveis), Convenção Trabalhista  e Comissão Parlamentar. Este grupo focará na capilarização, eficácia e proximidade ao público. Clique aqui e veja as fotos da apresentação.

6889_20161004_144407

Entre os presentes ao encontro estiveram representantes de entidades da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), da Corregedoria Geral de Justiça do Rio Grande do Sul (CGJ-RS), do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM/RS), da Rede de Qualidade do Rio Grande do Sul (RQSul), do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agraria (Incra/RS), entre outros.

Coube a coordenadora-geral das Comissões e secretária-geral do Sindicato, Joana Malheiros, introduzir aos presentes um detalhamento da origem deste plano de ação, explicando as atribuições de cada nova Comissão, bem como os ganhos sociais à população. Joana destacou o potencial positivo deste trabalho para a categoria registral e para a sociedade em geral. “Temos que ter consciência de que somos importantes, e que o Poder Judiciário precisará cada vez mais de nossos serviços”, disse. “Ao mesmo tempo, devemos buscar maior qualificação para trazer um maior valor à população, e buscar maior valorização aos profissionais da nossa classe”, afirmou a coordenadora.

6889_20161004_145613

Após abertura de participação para diálogo com os presentes, o presidente do Sindicato, Carlos Fernando Reis, reforçou o objetivo do mandato. “Pretendemos, ao fim deste mandato, deixar nosso Sindicato com um modelo de gestão mais eficiente, para facilitar nossas relações com os órgãos externos e conseguir mais ganhos para os nossos associados e para todos aqueles que necessitam de nosso trabalho”.

“Vamos ter que arregaçar nossas mangas, pois sabemos que os cartórios são do povo e para o povo, e temos papel fundamental no direito à dignidade e felicidade da cidadania”, finalizou Joana Malheiros.

14591686_974611262661801_8492504587575600624_n

O trabalho de interiorização se iniciará com uma primeira reunião em Pelotas, no dia 15.10.2016.