Logo Arpen BR Horizontal

Ouvidoria

Home / Comunicação

Notícias

TJDFT – CJI apoia iniciativa da DPDF para capacitação no atendimento a idosos

A Central Judicial do Idoso – CJI é uma das parceiras da Defensoria Pública do DF – DPDF na realização da 1ª Jornada de Qualificação da Política de Atendimento ao Idoso. O evento será realizado online, por meio da plataforma Zoom, nos dias 28 de janeiro e 2, 4, 9 e 11 de fevereiro (terças e quintas-feiras), das 19h às 20h.

O objetivo da jornada é instruir servidores públicos sobre a prestação de serviços, defesa e proteção dos direitos dos idosos. Clique aqui e confira a programação completa.

Podem se inscrever servidores públicos, alunos do UniCEUB e outros profissionais que atuem na área. Haverá certificado de participação para quem obtiver pelo menos 75% de frequência. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas clicando aqui. 

A iniciativa é uma parceria da DPDF, por meio do Núcleo de Direitos Humanos (NDH) e da Escola de Assistência Jurídica  (Easjur), com a Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (SNPI-MMFDH); a Central Judicial do Idoso;  a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação, da Polícia Civil do Distrito Federal (DECRIN-PCDF); o Conselho de Direitos do Idoso (CDI/DF); a Associação Brasileira do Cidadão Sênior (ABRACS); a Câmara Legislativa do DF (CLDF); e o Centro Universitário de Brasília (UniCEUB).

CJI

A Central Judicial do Idoso é um projeto pioneiro do TJDFT, do Ministério Público do DF e da Defensoria Pública. Acolhe pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, do Distrito Federal, que tenham seus direitos ameaçados ou violados e que necessitem de orientação e atendimento na esfera da Justiça. 

Entre seus principais objetivos estão o de garantir a efetiva aplicação do Estatuto do Idoso, prover a comunidade do DF de informações, promover a articulação com instituições para atendimento das demandas existentes e assessorar autoridades competentes.

Mesmo com o atendimento presencial suspenso diante do perigo de contágio pelo novo coronavírus, a Central Judicial do Idoso  segue com os atendimentos pelo telefone  3103-7609 e pelo e-mail [email protected].